Pular para o conteúdo principal

Postagens

Destaques

Maringá não é só dos maringaenses

A cidade tem uma dinâmica. Nem todas são iguais. Mas aquelas que são sede de regiões metropolitanas devem estar atentas ao papel que exercem. Há quem deseje o isolamento. Viver sem conviver com os que migram. Isto é impossível. Cidades de grande porte atraem e repelem pessoas. Há movimento constante de quem entra e sai. Mudança é o significado da vida urbana e não permanência. Maringá teve neste final de semana a 3ª Conferência Pública para Avaliação do Plano Diretor. O Plano que está sendo discutido foi elaborado em 2006. Esta Conferência já deveria ter ocorrido em 2016. A intenção é avaliar o andamento do que foi definido na elaboração do documento e apontar necessidade de mudanças. Há em andamento o procedimento de elaboração de um novo Plano. As discussões levantadas neste evento vão colaborar para as mudanças.
A participação da sociedade é fundamental para dar legitimidade a um novo plano diretor e inserir os interesses sociais. A representatividade deve ser legítima e não eliti…

Últimas postagens

Entre nascer e morrer aos poucos

Tamanho da crise o futebol não anestesia

Trabalho tem, mas para quem?

Namorar, desde que não seja com você mesmo

Diesel, para quem?

Populismo no "Ar": distorcendo as rádios comunitárias

Dívidas, qual o preço?

Mercado e a vida reagem, sempre.

Descontentamento privado e ação coletiva

Tributação injusta