Ausência Sentida


Por que a vida cansa? A morte de Walmor Chagas me faz refletir. Tudo indica que foi suicídio. Dados da família do ator leva crer que ele se suicidou em sua propriedade no interior de São Paulo, São José dos Campos, onde vivia afastado e dependendo de um grande número de pessoas para fazer as tarefas mais simples. Ele se cansou da vida por não poder mais viver? Pergunto-me qual é o limite entre continuar vivendo e viver a vida. Quantos vivem sem sentido, um dia atrás do outro?
A vida tem que ter o desejo de “querer mais”. É difícil explicar, mas dá para perceber quando está dentro de nós. Um dos sintomas é que o tempo sempre passa mais rápido quando a vida tem prazer. Quando as lembranças duram mais tempo alimenta o que vem depois, independente do que seja. Porém, não se pode viver de lembranças, acredito que Walmor se cansou. A vida foi grande demais para se ter um fim pequeno.
Há uma lição a se tirar no suicídio do ator que marcou o teatro e a televisão. Tem mitos que tem vida pequena e querem ser uma grande lembrança. Não serão. A vida tem um significado que vai além dela. Ficará para os que mesmo ausentes se mantém presentes. Mas para merecer a ausência sentida tem fazer a vida valer “a pena”.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Formação do Estado Nacional Moderno

Um pouco de teoria do Estado, Política e Economia

O poder no Brasil