Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2013

Financiar o futuro

Imagem
Educação faz bem e deve ser incentivada. Temos a ganhar com as oportunidades criadas para que a população tenha acesso a linhas de financiamento com a formação superior. Com o financiamento de 400 mil estudantes para 2013, o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) se torna a principal porta de ingresso financeiro as instituições privadas de ensino superior. Em algumas instituições de ensino os alunos que tem financiamento já representam mais de 40%. Hoje, o crédito educativo permitiu que a renda deixasse de ser obstáculo para um grande número de pessoas. Certo quem afirma que “não estuda quem não quer”. A educação superior compensa. A diferença de salário entre quem tem curso superior e quem não tem é de 200 a 400%. No ensino técnico existem programas, como o Pronatec, permitindo a qualificação para alunos que estão cursando o ensino médio. Temos que aproveitar ao máxima as oportunidades de formação. O Índice Firjan de Desenvolvimento Municipal (IFDM) demonstra que regiões onde o …

O início do nada

Imagem
As mulheres em idade universitária consomem álcool cada vez mais. Hoje elas extrapolam a média de 7 copos por semana. Com um físico mais frágil ao consumo de bebidas alcoólicas, elas têm consequências à saúde mais severas que os homens. Nos rituais em que as jovens buscam serem aceitas com membros, onde elas consomem bebidas e alimentos em excesso, se colocam em risco. Estamos refazendo os rituais de aceitação ter funções desnecessárias. Os rituais de aceitação em determinada fase da vida social é uma tradição que remonta os clãs. As famílias agrárias que eram o elemento fundamental para a obtenção do que era necessário para a preservação social tinha os atos de passagem. Contudo, o que temos hoje é bem diferente. Nossos rituais existem, mas não tem o vínculo com a necessidade social de manutenção das ações necessárias. Nas tribos indígenas o jovem que se quer fazer guerreiro deve enfrentar a morte, buscar na floresta a caça, ter a força de enfrentar o inimigo para que se faça o hom…

Conversa com alunos

Imagem
Hoje conversei com meus alunos. Eles têm um espaço na internet onde discutem temas sociais relevantes. Criaram um fórum para debate de temas relevantes. Um exercício que acreditava não me deparar tão cedo. Mas eles estão lá e fazem bem isso, discutir. Eu curti e apoiei.
Necessitamos trazer para dentro da academia as discussões que fazem parte de nosso dia a dia. Dar lucidez científica ao que é trabalhado cotidianamente pelo “senso comum”. A academia deve ser o espaço onde a sociedade invade para ser o objeto de estudo. Não podemos ficar tímidos diante da necessidade de entender a vida. Dar sentido a existência é saber o que se vive. Mas quero falar é desta iniciativa. Invadir os espaços da rede mundial como ferramenta de ampliar o debate que o mundo acadêmico tradicionalmente limita. Universidades e faculdades não são ilhas, são portas de entrada e saída. Nelas corre a sociedade em forma de pessoas que constroem a vida no ensino superior. Se quisermos fazer da ciência e da tecnologia f…

Cada um com seu peso

Imagem

Mosaico Perigoso

Imagem
Viver no que se considera o paraíso, ter a falsa ideia que tudo vai bem, pode ser ser um sentimento aparente. Sensação que tudo vai bem, mas não vai.
Quando se entra em lugares de prazer, shoppings, clubes, hipermercados ou um restaurante encantador. Porém, estes espaços são feitos para ser uma exceção diante de uma regra pouco encantadora. Mas quando uma cidade se encontra rodeada das diferenças? isto preocupa.
Maringá e sua região metropolitana são um mosaico de fragmentos que destoam e provoca um espanto. Mundos que se relacionam e são tão diferentes. O assustador abismo se coloca em números. Realidade tão próxima e que se alimentam de contradições. Entenda melhor este retalho de panos tão diferentes com o Índice Firjan de Desenvolvimento Municipal, criado para avaliar o desenvolvimento das cidades através de elementos como a educação, saúde, renda e emprego.
Maringá tem o segundo melhor índice do Paraná, 0,8726. Curitiba, a capital do Estado, tem o melhor índice nacional, 0,8731.…

Manchas na transparência

Imagem
Na próxima quinta-feira, dia 16 de maio, a Lei de Acesso faz aniversário. Implantada para permitir ao cidadão ter informações dos órgãos públicos em todas as esferas (União, estados e municípios) e poderes (Legislativo, Executivo e Judiciário), ela está longe de ser aplicada plenamente. Mesmo a sua regulamentação foi feita em menos da metade dos estados brasileiros, 13 de 27, contando o Distrito Federal. Quando se fala em municípios, apenas 8% regulamentaram a lei. Uma das principais polêmicas da Lei de Acesso está na divulgação dos salários dos funcionários públicos, ou mesmo dos representantes públicos. No Paraná, apenas o Tribunal de Contas do Estado (TCE) divulga a lista dos funcionários com as respectivas remunerações. As maiores prefeituras do Paraná divulgam o salário dos cargos e gratificações, mas não especificam. Mesmo o Supremo Tribunal Federal não faz a divulgação. Há a tramitação de processo na justiça contra a informação de salários dos servidores por parte do poder púb…

Maringá

Imagem

Retrocesso viário.

Imagem
O trânsito é um motivo de crítica no país. Em alguns lugares toma parte considerável de nossas vidas. O deslocamento nunca foi tão demorado, ao mesmo tempo, irritante. Semana passada assisti a um documentário na internet sobre dicas do que fazer quando se está em um engarrafamento, condenado a esperar por mais de uma hora para chegar ao destino. As opções de passa tempo iam desde jogos de dados, baralho, kit de maquiagem, etc. Tudo o que se pode fazer para não perceber que transformamos o meio de locomoção em uma tortura diária.
Porém, acreditava, que morar em uma cidade média, planejada, onde desde sua origem suas vias já apresentavam soluções avançadas, fosse evitar conviver com o caos no trânsito. Ledo engano. Ela também está atingida pelo excesso de veículos e falta de uma ação mais firme do poder público.  Estou falando de Maringá. Isto mesmo, a cidade planejada e orgulhosamente divulgada como um exemplo de qualidade de vida está mergulhada em um trânsito irritante. Mesmo com sis…

Sonho e pesadelo

Imagem
A telefonia móvel é marcada pela venda no paraíso e a convivência no inferno. Os aparelhos celulares são hoje um instrumento da diversidade. As ferramentas que são oferecidas nos chamados smartphones encantam e atraem. A estética dos aparelhos os transformaram em acessório da roupa, das pulseiras, dos brincos, dos óculos... Há para todos e de todas as formas.
Contudo, porém, ao sair da loja com seu "novo brinquedo"
, a maioria dos consumidores vai desvendar o "lado oculto" da telefonia móvel. O que não se denuncia nas lojas onde os aparelhos são vendidos, a falta de serviço.
TIM, uma das operadores que lideram o mercado, no Paraná ela detém o primeiro lugar em número de aparelhos, recebeu semana passada uma multa de mais de R$ 9 milhões por derrubar as ligações de telefones pré-pagos. Sempre lembrando que esta modalidade de telefone móvel domina o mercado nacional. Mas ela não está sozinha, Oi, Vivo e Claro já tiveram multas aplicadas. Todas as operadoras buscam se …

Câmara de Deputados no Divã

Imagem
Já imaginou um parlamento no divã? O Congresso Brasileiro está quase lá. Os atos tomados nos primeiros meses deste ano dá uma demonstração de falta de lucidez dos congressistas. Se formos relatar o início da debilidade mental de alguns senadores e deputados, poderíamos começar pela eleição de Calheiros para a presidência do Senado. Mas como loucura pouca é bobagem, os atos vão mais longe e nos denigre com eleitores. A Comissão de Direitos Humanos da Câmara de Deputados deve votar nesta quarta-feira, dia 8, o projeto que retira do Conselho Federal de Psicologia dois artigos, o primeiro que impede os psicólogos de se manifestarem contra a homossexualidade, o segundo é o que não considera a homoafetividade uma patologia. Ou seja, ao derrubar a conquista dos Direitos Humanos de respeitar a orientação sexual de cada um, Marco Feliciano e sua Comissão dominada, quer legalizar a “cura gay”. Mas há mais ameaças que vem do Congresso Nacional, a primeira é a PEC 37, Projeto de Emenda Constituc…

Impasse

Imagem

"Cura Gay"

Imagem
Exatamente, a possibilidade de se votar na Comissão de Direitos Humanos da Câmara de Deputados, na próxima quarta-feira (8) a inconstitucionalidade de dois artigos da resolução do Conselho Federal de Psicologia sobre a homossexualidade. O primeiro é sobre a proibição de psicólogos tratarem a homossexualidade como uma patologia e o segundo sobre a manifestação de profissionais da área sobre o tema. O CFP pretende impedir a homofobia como uma prática dos psicólogos e consideram importantes os dois artigos, mas a CDH da Câmara de Deputados pode invalidá-los. O presidente da Comissão de Direitos Humanos da Câmara de Deputados, Marco Feliciano, considera que os dois artigos ferem a liberdade profissional. O Deputado Anderson Ferreira (PR-PE) pensa desta forma e deu parecer favorável ao projeto. Outro que se coloca nesta posição é o tucano João Campos, que foi o autor do texto. Para eles, as pessoas tem o direito de se tratarem daquilo que acham necessário, se alguém quer deixar de “ser ga…