Universidades Transparentes


TCE quer mais transparência na folha de pagamento das universidades estaduais do Paraná. Quer Meta 4.
O Tribunal de Contas do Estado quer mais transparência nos pagamentos de pessoal das universidades do estado. A mudança do sistema de prestação de contas já é pedida desde 2012. As universidades alegam que há dificuldade em implantar o método pedido pelo governo, o Meta 4. O sistema foi desenvolvido pela Central de Tecnologia da Informação do Paraná (Celepar).
O prazo para a implantação do novo sistema é de 180 dias. A Secretaria de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior do Paraná promove reunião entre membros da Celepar e técnicos das universidades para agilizar a implantação do sistema.
Agora, os reitores das universidades querem se reunir antes de tomarem uma posição em relação a exigência do governo paranaense.
Se é uma medida de transparência, por que não implantar? Por que a resistência? Esclarecer os motivos da demora de implantação de um sistema é uma urgência diante de um ambiente em que as universidades do estado são pressionadas por cortes de gastos e tem uma série de demandas sem solução.
Se as universidades quererem construir argumentos para exigir respeito e recursos, se ela se coloca como uma instituição que deseja dar exemplo de instituição pública, ela deve ter uma prestação de contas de forma mais transparente possível, acessível a toda a sociedade. Fundamentar e argumentar de forma lógica os gastos é uma maneira de manter o orçamento e continuar prestando o serviço relevante que as universidades do estado tem em cada região onde elas estão localizadas.

Para ouvir um comentário sobre o tema, clique aqui.



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Formação do Estado Nacional Moderno

Um pouco de teoria do Estado, Política e Economia

O poder no Brasil