Ideologia x Demagogia


Quando vamos entender que os problemas que envolvem a sociedade brasileira não se resolvem de forma simples. Não há milagre. Para se entender a complexidade das questões sociais é necessário ter lógica e profundidade racional. A ideologia é uma demonstração deste entendimento. Porém, não é ela que orienta nossos atos.
Abrir o jornal e ler sobre o prefeito de São Paulo, João Dória, falando do vice-governador paulista, Márcio França, do Partido Socialista Brasileiro (PSB), chamando de esquerdista, é no mínimo uma piada. Ofensa ideológica é elogio em um país cujo poder é fundado no personalismo e não em uma percepção sobre a ordem social e econômica mais profunda. O próprio Dória deveria olhar para o próprio umbigo ou partido.

O Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB), sigla que Dória tem como agremiação, tem sua definição ideológica como “centro-esquerda”. Nascida da percepção do Estado como agente principal da ordem social e do equilíbrio entre o interesse privado e público. Os tucanos nasceram da dissidência Peemedebista, agora, retornando a sigla MDB. O prefeito de São Paulo está falando de quem?
Para ouvir comentário sobre este tema, clique aqui.
O petismo tão decantado como partido ideológico vive mais do personalismo de Lula do que de sua busca de ser lógico ou ideológico. A ideologia não nos cabe. Infelizmente ela está longe do entendimento da maioria dos brasileiros. Mesmo a direita é marcada pela distorção dos personagens que a representam. A maioria dos partidos que se declaram de direita conservadora são chefiados por personagens contraditórios, alguns beirando o neonazismo e o discurso precário de medidas contraditórias. Nossos conservadores não são ideológicos.


Logo, nossa forma de entender o poder não passa pelos partidos e uma proposta lógica e inteligente para o país e ou estado. Infelizmente este será o tom da campanha eleitoral deste ano, em um ambiente que se quer moralidade, comportamento ético, transparência, respeito. Nada disso se realizará. O que vamos assistir é o discurso pobre e superficial de “santos do pau-oco”. A demagogia, mais uma vez, vencerá a ideologia.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Paraná não é Maringá

STF pode fazer justiça e ser inconstitucional

Conservadorismo não é nazismo