Oportunismo antidemocrático



Liberdade, um patrimônio. Não foi fácil chegar aqui. Ela nos permite conquistar a transparência. Ser livre é sustentar a liberdade do outro na proporção em que exercitamos a nossa. A possibilidade de estarmos assistindo um ex-presidente envolvido em corrupção ser preso é resultado de uma república democrática. Outros precisam ter o mesmo destino.
Estamos vivendo um momento delicado. A prisão do ex-presidente Lula foi decretada. As manifestações favoráveis ao petista se iniciaram nesta manhã. Até aqui, nada de extraordinário. Porém, há a tensão de transformar o ato em ponto de discórdia. O problema é quanto isso pode custar. A democracia é mais que isso.

É lamentável ter um ex-presidente indo para a cadeia. Não há o que comemorar. Mas o ato é necessário. Porém, lamentável. O fato deve ter a mensagem de que a lei está acima de todos. Por mais que, vale ressaltar, a execução do mandato de prisão foi rápida. Coisa que raramente, ou quase nunca, ou nunca, se vê na condenação e prisão da grande maioria dos bandidos. A prisão vale, mas a rapidez surpreende.

O que preocupa são as manifestações que se mostram extremas. Radicalismo que podem gerar um ambiente propício para os oportunistas de plantão. A ideia de se conter o ambiente tenso, para alguns radicais, é a implantação de um regime intervencionista. Isto deve ser combatido. A democracia tem que estar acima de tudo.
Para ver comentário sobre este tema, clique aqui.
As vésperas do julgamento do Supremo Tribunal Federal (STF), as manifestações de militares falando em nome da corporação foram claras e obscuras. De um lado que demonstrar força e prontidão, típica da retórica ameaçadora, por outro, qual o interesse? O país precisa manter nosso maior patrimônio. A democracia.
Para ouvir comentário sobre o tema, clique aqui.
Foi à liberdade democrática que nos permitiu a transparência. Que nos dá o direito de assistir em tempo real um julgamento do STF. Aquilo que nos permite opinar, defender e discordar. É a democracia que garante o direito de termos a escolha em nossas mãos. A mudança é filha da democracia e não da ditadura.
Peço, vamos manter a democracia. A liberdade de expressão é maior do que os conflitos que ela gera. Toda a expressão não pode colocar em risco o que lhe permite existir.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Paraná não é Maringá

STF pode fazer justiça e ser inconstitucional

Conservadorismo não é nazismo